Meia 92

quarta-feira, 24 de julho de 2024
quarta-feira, 24 de julho de 2024

Vírus da Influenza: Ameaça com Maior Potencial Pandêmico

16202473956093036337e9e-1620247395-3x2-md

Os vírus da influenza encabeçam a lista de patógenos com maior potencial pandêmico, conforme um estudo internacional que envolveu 187 especialistas de 57 países. Esta pesquisa, publicada na Science Direct e realizada pela Vaccelerate com apoio da União Europeia, destaca a influência desses vírus baseando-se em critérios como transmissão, prevalência e tratamentos disponíveis.

 Impacto Global da Influenza

Anualmente, cerca de 500 milhões de pessoas são infectadas pelo vírus influenza globalmente, resultando em 290 mil a 650 mil mortes, de acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e da Organização Mundial da Saúde (OMS). A transmissão ocorre através de gotículas expelidas ao espirrar, tossir ou falar, caracterizando os surtos sazonais de influenza como “pequenas pandemias”. Jon Salmanton-García, principal autor do estudo e membro da Faculdade de Medicina no Hospital Universitário de Colônia, explica que esses surtos sazonais podem ser considerados pequenas pandemias devido à sua ampla disseminação e ao impacto significativo na saúde pública.

Ameaças Emergentes: A Doença X

Além do influenza, o estudo alerta para a “doença X”, uma patologia ainda não identificada, que ocupa o segundo lugar em potencial pandêmico. Esta “doença X” representa uma ameaça teórica de uma nova pandemia causada por um patógeno desconhecido, que poderia surgir a qualquer momento. Dr. Marco Cesar, diretor clínico da Salus Imunizações, ressalta que muitos vírus raros podem surpreender, representando ameaças imprevistas de novas pandemias. Ele destaca que a vigilância e a preparação são essenciais para mitigar os riscos associados a essas ameaças emergentes.

Importância da Imunização

Diante dessas ameaças, a imunização desempenha um papel crucial na prevenção da disseminação de vírus com alto potencial pandêmico, como o influenza. A vacinação anual contra a gripe é uma das estratégias mais eficazes para reduzir a incidência da doença e suas complicações. Além disso, a imunização ajuda a diminuir a carga sobre os sistemas de saúde e a proteger as populações vulneráveis, como idosos, crianças e pessoas com condições de saúde subjacentes.

Medidas de Prevenção e Controle

Além da vacinação, outras medidas de prevenção e controle são essenciais para conter a propagação do vírus influenza e de outras doenças infecciosas. Essas medidas incluem:
– Higiene das Mãos: Lavar as mãos regularmente com água e sabão ou usar álcool em gel.
– Etiqueta Respiratória: Cobrir a boca e o nariz ao espirrar ou tossir, de preferência com um lenço de papel ou com a parte interna do cotovelo.
– Uso de Máscaras: Utilizar máscaras em ambientes fechados ou em situações de risco, especialmente durante surtos de doenças respiratórias.
– Distanciamento Socia:: Evitar aglomerações e manter distância de pessoas doentes.
– Vacinação Regular: Manter as vacinas em dia, seguindo as recomendações dos profissionais de saúde.

Conclusão

O estudo destaca a importância de estar preparado para enfrentar patógenos com alto potencial pandêmico, como o vírus influenza. A vacinação e as medidas de prevenção são fundamentais para proteger a saúde pública e evitar a disseminação de doenças. Conforme ressaltado por Dr. Marco Cesar, a imunização é uma ferramenta poderosa para evitar que o vírus aumente e afete a todos. Juntos, podemos combater essas ameaças e garantir um futuro mais seguro e saudável.

Como Dra. Marcela Rodrigues, diretora da Salus Imunizações, reforço a importância da vacinação e da prevenção contínua. A imunização é essencial para manter nossa população protegida contra doenças com alto potencial pandêmico. A conscientização sobre as práticas de prevenção e o compromisso com a saúde coletiva são fundamentais para enfrentar os desafios de saúde pública que se apresentam.

Conteúdo Relacionado

Rolar para cima