Meia 92

quarta-feira, 24 de julho de 2024
quarta-feira, 24 de julho de 2024

Elektro Studio: estúdio de gravação, mixagem e masterização em São Paulo

c
Daniel Stunges Fotos: Divulgação

Localizado na Vila Romana, Zona Oeste de São Paulo, o estúdio foi idealizado pelos irmãos e sócios, Daniel Stunges e Yasmin Stunges, e tem a proposta de acolher bandas autorais e independentes, em um espaço pensado para estimular a criatividade e promover o encontro de diferentes artistas e formas de arte.

Daniel é formado em Produção Musical pela OMD International Audio Academy, trabalhou com o produtor suíço Omid Bürgin como técnico de som e professor, além de ter longa experiência como freelancer em home estúdio, até inaugurar o Elektro Studio, em 2022.

Obcecado por áudio e produção musical, Daniel seguiu participando de workshops e masterclasses com produtores como Vance Powel e Tony Platt que produziram grandes nomes do mercado musical e bandas ícones como Iron Maiden, Bob Marley, Chris Stapleton, AC/DC, Gary Moore, entre outros. Também é graduado em Canção Popular pela Faculdade Santa Marcelina.

Guitarrista, Daniel tem como influências musicais as bandas alemãs como Kraftwerk e mais recentemente tem ouvido Queens of the Stone Age e a musicista estadunidense Wendy Carlos que produziu trilhas para vários filmes, como Laranja Mecânica. “Quando faço a pré-produção para bandas que passam pelo estúdio presto toda uma consultoria, quando necessário, em relação a performance, apontando o que pode ser melhorado para obter um resultado ainda melhor. Em relação aos equipamentos, priorizo os mais antigos ou raros que têm mais personalidade, pois eles ajudam a dar um som único para cada banda que grava aqui. Uma das coisas de que mais gosto é que este trabalho é colaborativo, parte de uma sinergia com muitas pessoas”.

O Elektro Studio oferece serviços de pré-produção, gravação, mixagem e masterização, com várias opções e formatos de projeto. “Trabalhamos com cada banda de forma personalizada. A partir de uma conversa com os artistas conseguimos montar um breefing e propor o melhor caminho a ser trilhado. Como o nosso foco são as bandas independentes, além da qualidade do produto final, também temos a preocupação de oferecer um preço justo e acessível para que todos que nos procuram possam viabilizar seu projeto. Nosso objetivo é fomentar a cena mais underground, da contracultura. Trabalhamos com bandas de vários estilos, mas o que predomina é o rock, depois MPB e jazz. No ano passado, gravamos mais de 60 músicas”, pontua Daniel.

O estúdio conta com estrutura de técnica e estúdio, sendo um local ideal para re-amping, produção de vídeo clip, filmagem de lives e gravação de podcast.

Na lista de equipamentos, guitarra, bateria, cabeçote, caixa, baixo, microfones de fita, microfones dinâmicos, microfones condensadores, pre amps, periféricos, plug-ins de marcas consagradas como Marshall, Orange e Yamaha, que além de proporcionar uma qualidade impecável de som, proporciona sonoridades diferenciadas, além de pedais de guitarra e DLS.

O Sistema de gravação é Pro Tools Ultimate 2022, AVID HD Omini, AVID HDI/O 16×16 e sistema de monitoração Neumann KH 150 e Auralane C5.

Bruna Black e João Suplicy

Entre as bandas independentes que gravaram no Elektro Studio, Margarida The Cat, Listen, Faceless e Neisseria; Velotrollers, banda do ator e cantor Paulo Vilhena; gravação e mixagem do novo single do João Suplicy e Bruna Black; e gravação e edição do podcast Entre Elas para a Rádio Cultura de Curitiba, que já contou com a presença das cantoras e compositoras Annalu, Patricia Marx e Jenni Mosello.

Entre os planos do Elektro Studio está a proposta de oferecer cursos de produção musical para grupos pequenos, de até seis alunos, que serão formatados para interessados em produzir suas próprias músicas ou atuar como produtor musical.

Eletrizados Festival

 No sábado, 7 de julho, a partir das 16h30, vai rolar a primeira edição do Eletrizados Festival, no @fenda315, no bairro de Perdizes, em São Paulo, que vai promover o encontro de quatro bandas independentes produzidas pelo Elektro Studio: Margarida The Cat, Listen, Faceless e Neisseria.

Segundo Daniel Stunges, a ideia não é só mostrar o trabalho das bandas, mas sim promover um grande encontro de músicos e fazer com que as bandas se conheçam.

 

 

Serviço:

Eletrizados Festival

Rua Cândido Espinheira, 315 – Perdizes

Ingressos à venda na plataforma Sympla: R$ 20,00 antecipado e R$ 25,00 na porta

 Para entrar em contato:

estudioelektro@gmail.com

Whatsapp: (11) 9 4567-9096

@estudioelektro

 

Patrizia Corsetto é jornalista, radialista e psicanalista e

assina semanalmente a coluna de cultura

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Rolar para cima