fbpx

Meia 92

sábado, 15 de junho de 2024

Brasil será sede da Copa do Mundo feminina em 2027

female-soccer-football-player-kicking-ball-training-action-motion-isolated-white-background
Foto: Freepik

Na última sexta-feira (17), o Brasil foi escolhido para sediar mais uma Copa do Mundo, desta vez a feminina. A decisão ocorreu no congresso da FIFA em Bangkok, na Tailândia. A candidatura brasileira superou a candidatura europeia formada por Holanda, Bélgica e Alemanha. A votação foi consideravelmente acirrada, com 119 votos a favor do Brasil e 78 votos contra, garantindo que o Brasil fosse escolhido para sediar a Copa feminina.

A décima edição da principal competição de seleções do futebol feminino será a primeira disputada na América do Sul. Como país-sede, o Brasil já está classificado. As outras seleções da Conmebol disputarão as três vagas restantes. O mundial de 2027 será o segundo com 32 seleções, igual à edição de 2023, conquistada pela Espanha.

O Brasil já havia superado os europeus na avaliação técnica da FIFA. O relatório publicado pela entidade atribuiu nota 4 ao Brasil (em uma escala de 1 a 5) e nota 3,7 à proposta europeia. Alguns fatores decisivos para a avaliação positiva do Brasil incluíram estádios, hospedagem e locais disponibilizados para a FIFA organizar o Fan Festival. Além disso, a garantia do governo brasileiro foi determinante. O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, celebrou a vitória brasileira nas redes sociais.

Primeira Copa Feminina escolhida no Congresso da FIFA

Esta foi a primeira vez que a escolha da sede da Copa do Mundo Feminina foi realizada pelo Congresso da FIFA, com os votos de todas as 211 associações nacionais de futebol. Neste caso, foram 207 votos, já que os países candidatos não podem votar. Até então, a escolha era feita pelo Conselho da entidade, formado por apenas 36 integrantes.

Antes da votação, cada país teve a oportunidade de fazer uma apresentação de 15 minutos para tentar convencer os votantes. A campanha dos europeus enfatizou o fato de sua proposta de organização da Copa ser “a mais compacta”, enquanto a brasileira defendeu a ideia de apoiar o futuro do futebol feminino.

Onde e quando será a Copa

A FIFA deve abrir uma subsidiária no país para começar a organizar o evento. Não haverá um Comitê Organizador Local (COL), como ocorreu na Copa do Mundo de 2014.

A proposta brasileira, que venceu a eleição, prevê o uso de dez estádios na Copa do Mundo de 2027:

  • Beira-Rio (Porto Alegre)
  • Arena Corinthians (São Paulo)
  • Maracanã (Rio de Janeiro)
  • Mineirão (Belo Horizonte)
  • Fonte Nova (Salvador)
  • Arena Pernambuco (Recife)
  • Arena Castelão (Fortaleza)
  • Arena da Amazônia (Manaus)
  • Arena Pantanal (Cuiabá)
  • Mané Garrincha (Brasília)

A previsão é que a partida de abertura seja disputada no dia 24 de junho (uma quinta-feira) e a final em 25 de julho (domingo), ambas no Maracanã. As semifinais seriam em Brasília e São Paulo, com a disputa do terceiro lugar em Belo Horizonte. No entanto, todas essas decisões serão tomadas pela FIFA assim que a estrutura de organização da Copa do Mundo for montada.

Lucca Ranzani é estudante do último ano do curso de

Jornalismo e apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube

Conteúdo Relacionado