fbpx

Meia 92

domingo, 3 de março de 2024

Setembro Amarelo: Depressão pós-parto precisa ser discutida abertamente em casa

IMG_6066

Dados coletados pela Fiocruz afirmam que aproximadamente 25% das mães sofrem com a depressão pós-parto no Brasil. Embora relevante, o número de mulheres acometidas pela doença pode ser muito maior, isso porque, o tema ainda é pouco discutido e muitas vezes omitido pela mãe, que se culpa por não se sentir feliz e realizada com a maternidade.

Situações como essa são comuns e podem ser bem perigosas, pois, sem tratamento adequado, a depressão pode evoluir para casos extremos em diferentes esferas, colocando a vida da mãe e da criança em risco. A psicanalista, Patricia Strebinger, afirma que muitas mulheres confundem a depressão pós-parto com o período do puerpério e acabam ignorando os sintomas, acreditando que, por se tratar de algo biológico, irá passar e não buscam tratamento.

Por conta desse quadro, a psicanalista resolveu criar um guia para orientar mães e familiares. Através de uma narrativa lúdica que conta a história de uma coelhinha que após se tornar mãe se depara com questões delicadas, Patricia apresenta  de forma cuidadosa a questão da depressão pós-parto e oferece uma mensagem de esperança para mães que enfrentam esse desafio. “As Aventuras de Lola – Superando a Depressão Pós-Parto”, é um conto emocionante sobre uma coelhinha corajosa que, após dar à luz seu filhote, enfrenta uma batalha interna contra a depressão pós-parto. Através da história de Lola, a autora busca criar uma conexão empática com os leitores e mostrar que essa condição é uma experiência real para muitas mães e que há tratamento.

O livro apresenta informações precisas e relevantes sobre a depressão pós-parto, todas baseadas em casos reais adquiridos ao longo dos anos de atendimento de Patricia. Além de envolver os leitores com uma narrativa atraente, o livro também explora as causas, sintomas e tratamentos disponíveis para essa condição, reforçando a importância de buscar apoio profissional e não se sentir envergonhada ou incapaz por pedir ajuda.”A depressão pós-parto é um desafio real, mas é fundamental lembrar que existem recursos e ajuda disponíveis para superá-la. Espero que este livro possa proporcionar conforto e informação às leitoras que precisam”, afirma Patricia Strebinger, autora do livro.

De fácil leitura e uma história envolvente, Lola, a coelhinha, oferece uma mensagem de esperança e incentiva mães a compartilhar suas experiências e buscar ajuda quando necessário. O livro também serve como um lembrete importante de que a depressão pós-parto não é uma fraqueza, mas sim uma condição biológica que pode ser tratada e superada com o apoio adequado.

A autora, além de atender em seu consultório também lidera diversas ações sociais com o objetivo de oferecer mais qualidade de vida para pessoas em situação de vulnerabilidade. Por conta disso,  toda a renda gerada pela venda do livro será destinada à impressão de novos exemplares, que serão doados à mulheres de comunidades carentes, organizações não governamentais (ONGs) e bibliotecas públicas com o objetivo de dar suporte para mulheres que não possuem acesso à tratamentos psicológicos. “O objetivo do livro e de todas as ações ligadas à ele é fazer com  que mulheres se sintam mais à vontade para compartilhar todas as suas emoções e buscar ajuda. Muitas se sentem constrangidas por se sentirem tristes e infelizes em um momento tão sublime como a maternidade” – finaliza a autora.

Conteúdo Relacionado