fbpx

Meia 92

sábado, 18 de maio de 2024

São Paulo pode ganhar uma Rota das Padarias

b49d834a-3f0d-46de-bead-66cd2288a80c
Rui Gonçalves e o Secretário Lucena

São Paulo pode ganhar uma Rota das Padarias. A ideia é aproveitar o amor que o paulista tem por este tipo de estabelecimento, e alimentar a “alma” e a economia local. A proposta de criação da atração foi um dos temas da conversa do presidente do Sampapão (Sigla que reúne as entidades de panificação e confeitaria de São Paulo), Rui Gonçalves, teve com o Secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Roberto de Lucena, durante a Fipan – Feira de Panificação e Confeitaria – realizada no Expo Center Norte, em São Paulo, entre os dias 25 e 27 de julho.

Durante reunião no estande do Sampapão, no último dia de Feira, o presidente Rui Gonçalves afirmou que hoje existem 70 mil padarias no Brasil, com 11 mil localizadas em São Paulo, o que representa 33% do faturamento do PIB da panificação. Os números surpreenderam positivamente o secretário, que lembrou na conversa que “o pão é o alimento mais antigo, mais sagrado e mais democrático que existe e que as padarias são lugares que evoluíram muito ao longo dos anos, sendo possível encontrar nelas grande variedade de pães, pizzas e bolos, bem como  pratos tradicionais, como feijoada, peixes e carnes.”

No que se refere ao potencial da panificação no âmbito turístico, os participantes da mesa expuseram ideias de futuras atrações em São Paulo que ressaltem o papel das padarias no dia a dia do estado, como a criação de uma “Rota das Padarias”, um itinerário que leve os cidadãos interessados a conhecer padarias de todos os tipos no estado, desde a menor até a maior.

“A ideia é inicial, mas faz todo sentido, já que é  exatamente nas padarias que São Paulo se reúne. O paulista ama uma padaria e temos aqui o desenho de um projeto que pode abordar muitas histórias e informações que têm potencial de  compor um produto turístico maravilhoso”, finalizou Lucena.

As atrações da Fipan

O pão de queijo é um dos queridinhos do brasileiro. Durante a Fipan o setor de panificação teve oportunidade de conferir muitas novidades, inclusive em termos de pão de queijo.

Dentre os expositores, o Pão de Queijo & Cia, chamou atenção com uma linha completa para o segmento de food-service e padarias instaladas dentro de supermercados. Segundo o diretor Luis Valadão, além do pão de queijo tradicional e do recheado com doce de leite, os expositores puderam conhecer toda a linha de salgados e de confeitaria.

Equipe Pão de Queijo & Cia

“A nossa empresa é inovadora e trabalha com foco na qualidade e na relação custo/benefício”, comenta. Para ele a Fipan foi uma excelente oportunidade para fortalecer a marca. “A Fipan está surpreendendo. Faz pouco tempo que participamos, mas este ano foi muito bacana.” Os salgados e pães de queijo são congelados, crus ou assados. No segmento de confeitaria a empresa fornece tortas doces, bolos secos e confeitados.

Mas a Feira não oferece apenas opções em alimentos. Um exemplo é a SQG Soluções, que atua no ramo de tecnologia para ponto de vendas, inicialmente aplicados em padarias e pequenos comércios.

Outro serviço prestado pela empresa é o de consultoria tributária e operacional. “A gente faz uma varredura em todo o cadastro, faz  a classificação tributária de cada produto, conseguimos identificar se ele está pagando muito imposto e onde é possível diminuir. Fornecemos a tecnologia para venda e gestão e também uma consultoria operacional.”

SQG

Há cerca de dois anos a empresa adotou ainda o fornecimento de meios de pagamento. “A gente já oferecia a gestão, que é o PDV e agora complementando com a maquininha, que pode trabalhar de forma integrada ou independente.”

Os visitantes também tiveram oportunidade de participar de aulas show e votar  para escolher o bolo mais bonito no 1º Campeonato de Bolos, com duas modalidades (pasta americana e chantilly), na Arena do Confeiteiro.

Quem foi em busca de equipamentos fez a festa nos estandes de assadeiras, formas, fornos e embalagens. Além de pessoas envolvidas com panificação no estado de São Paulo, a FIPAN atraiu visitantes de mais de 40 países e teve como expositores empresas da Itália, Holanda, Portugal, Alemanha, China, França e Espanha, o que demonstra a importância do evento também em nível internacional.

 

Indústria do Tabaco marcou presença

Colaborou – Wagner Maciel

Concurso de bolos
Concurso de bolos

 

Conteúdo Relacionado