fbpx

Meia 92

sábado, 18 de maio de 2024

Precisando perder aquela gordurinha localizada?

hidrolipoclasia-bh

Hidrolipoclasia Não Aspirativa  já ouviu falar?

Entendendo melhor a Hidrolipoclasia

Hidro – água                  Lipo – gordura            Clasia – rompimento

 

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 60,3% da população adulta do Brasil está acima do peso, em contrapartida temos visto que cada vez mais essa população vem buscando maneiras de melhorar seu estilo de vida, seja por alimentação mais saudável, atividade física, seja por procedimentos estéticos.

Apesar do Brasil ser o segundo no ranking internacional  de cirurgias plásticas, cada vez mais as pessoas estão buscando procedimentos menos invasivos para chegarem aos seus objetivos de “corpo ideal”.

A Hidrolipoclasia  foi criada por Maurízio Ceccarelli  e ficou mundialmente conhecida, após o mesmo  apresentar seu estudo em 1990, em um Congresso Internacional de Medicina Estética.

Esse procedimento tem como objetivo romper células de gordura através da água.

A Hidrolipoclasia é um procedimento utilizado para o tratamento de gordura localizada, mas também mostra bom resultado no tratamento de Fibro Edema Giloide (celulite), apesar de não ser a indicação do mesmo.

A Hidrolipoclasia Não Aspirativa , também conhecida como Hidrolipo ou Lipo sem corte, é um tratamento com a técnica de  terapia combinada, onde é feita a  aplicação de uma solução isotônica (SF 0,9%) diretamente no tecido adiposo ( gordura localizada) associada ao uso de um  Ultrassom Cavitacional, esse processo faz com que as celulas de gordura fiquem mais frágeis e rompam, liberando a gordura do seu interior para o meio extracelular na forma de ácido graxo livre e glicerol, que a seguir entra na circulação e é encaminhado para o fígado onde será metabolizado e aproveitado pelo organismo na produção de energia.

Estudos mostraram que apesar dessa liberação de gordura no meio extracelular, não há riscos de aumento  dos níveis de colesterol em pacientes submetidos a esse procedimento.  É um procedimento muito seguro,  com poucas contraindicações e que é  possível observar os resultados a partir  da segunda ou terceira sessões, sendo que o ideal são de 6 a 9 sessões.

Vale ressaltar que procedimentos estéticos são para indivíduos saudáveis, então,  se o paciente/cliente estiver com Diabetes ou Hipertensão descompensado, é ideal que o mesmo trate suas comorbidades, para que a seguir possa realizar seus procedimentos com segurança e melhor eficácia.

Adriana Azevedo

Enfermeira especialista em Estética e Cosmetologia

Conteúdo Relacionado