fbpx

Meia 92

terça-feira, 25 de junho de 2024

Acne e Uso de Anabolizantes: Entendendo os Riscos e Impactos na Pele

586f76e92a270befe0a7cf72082a19ce-XL

A busca incessante por um corpo musculoso e atlético tem levado muitos atletas a recorrerem ao uso de anabolizantes, substâncias conhecidas por seus efeitos no ganho de massa muscular. No entanto, além dos benefícios aparentes, esses compostos podem desencadear uma série de efeitos colaterais indesejados, incluindo a acne. A Dra. Fernanda Cassain, médica formada pela Unicamp e pós-graduada em dermatologia, lança luz sobre essa conexão entre o uso de esteroides e os problemas de pele em uma entrevista exclusiva.

As indicações para o uso de anabolizantes são muito específicas e são reservadas para casos médicos bem definidos. Eles são usados para tratar níveis baixos de testosterona em condições como hipogonadismo, como no caso de traumas ou tumores que exigem a remoção dos testículos. A dose terapêutica indicada é, por exemplo, de 25 mg, 2 a 3 vezes por semana. No entanto, o uso indiscriminado, muitas vezes por frequentadores de academias, pode levar a doses muito maiores, como 100 mg diariamente. Atletas que abusam dessas substâncias podem utilizar doses de 10 a 50 vezes maiores do que as doses terapêuticas.

Este ano, o Conselho Federal de Medicina divulgou a Resolução CFM nº 2.333/23, que proíbe a prescrição médica de esteroides e anabolizantes para fins estéticos, ganho de massa muscular (estético) e desempenho esportivo. Essa medida foi tomada devido aos riscos à saúde associados ao uso não médico dessas substâncias.

A importância de todos os médicos conhecerem mais sobre o assunto é evidente. Praticamente todos os médicos, em algum momento de suas carreiras, prestarão cuidados a um usuário que abusou de anabolizantes. Os efeitos adversos dessas substâncias vão além da pele, afetando o sistema cardiovascular, endócrino, hepático e outros sistemas importantes. Portanto, estar ciente dos sinais de abuso de anabolizantes e compreender as implicações para a saúde é crucial para fornecer um tratamento abrangente e eficaz aos pacientes.

Voltando à relação entre o uso de anabolizantes e os problemas de pele, a Dra. Fernanda Cassain esclareceu que os efeitos dessas substâncias na pele ocorrem devido à ativação dos receptores de androgênio nas glândulas sebáceas. Isso estimula uma produção excessiva de óleo, criando um ambiente propício para o desenvolvimento de lesões de acne e erupções acneiformes. A Dra. Cassain enfatiza que o aumento da oleosidade pode agravar tanto a erupção acneiforme quanto a acne clássica, destacando a importância de informar sobre os riscos associados ao uso indiscriminado dessas substâncias.

Em um cenário onde a busca pelo corpo perfeito muitas vezes leva a escolhas arriscadas, entender a relação entre anabolizantes e problemas de pele pode proporcionar informações valiosas para atletas e entusiastas do fitness, permitindo uma abordagem mais informada em relação à saúde e ao bem-estar. Além disso, a conscientização médica sobre os riscos dessas substâncias é fundamental para fornecer cuidados adequados e ajudar a minimizar os efeitos negativos do uso indiscriminado de anabolizantes.

Conteúdo Relacionado