fbpx

Meia 92

domingo, 3 de março de 2024

Destino: Casa Vogue de julho traz dicas para quem quer conhecer MedellÍn

-02B0806-FOTO-FILIPPO-BAMBERGHI

A capital da Colômbia deixa para trás os dias ruins e se firma como um dos destinos de viagem mais vibrantes do continente. Novos hotéis e restaurantes realçam sua força criativa

A chegada a Medellín, desde o aeroporto José María Córdova, tem algo de cativante. Ao sair de um túnel de 8 km, a avenida de Las Palmas oferece um espetáculo incrível aos olhos. Apesar de ainda carregar o estigma de perigosa – herança deixada por Pablo Escobar, nos anos de 1980, e reforçada por clichês em série do streaming -, a segunda maior cidade da Colômbia vai muito além dessa fama midiática, se julgarmos a economia fluorescente, o turismo em expansão e uma indústria têxtil e criativa que a posiciona como uma das metrópoles mais vibrantes da América Latina, como mostra Casa Vogue de julho, na seção Destino.

Boas opções de compras não faltam por lá, além de passeios culturais. A caminho do centro histórico, por exemplo, é obrigatória uma parada no Museu de Arte Moderna de Medellín (MAMM). A poucos quarteirões, há ainda o Perpetuo Socorro, que está se reinventando por meio da inovação, em parte graças à iniciativa da marca de prêt-à-porter Mattelsa. Junte-se a isso uma cena de design de mobiliário empenhada na promoção do artesanato local.

Os endereços e dicas para se hospedar, comer, beber e apreciar design e cultura podem ser conferidos na edição de julho de Casa Vogue, disponível nas bancas e em versão digital.

Conteúdo Relacionado