fbpx

Meia 92

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Queda é motivo de metade dos atendimentos mensais de pacientes 80+ do Setor de Fisioterapia do HSPE

Nurse helping senior woman hand holding crutch trying to walk,Physical therapy concept

Queda foi o motivo de metade dos atendimentos mensais de pacientes com mais de 80 anos do Setor de Fisioterapia do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) durante o primeiro semestre de 2023. Dos 160 usuários atendidos, pelo menos 80 caíram e se lesionaram. As principais causas são fraqueza muscular e alterações na visão e na cognição. Os incidentes ocorrem geralmente em casa ou em lugares comuns da rotina.

O tratamento de quedas pode ser mais delicado para as pessoas idosas devido às comorbidades pré-existentes. Por isso, é essencial manter as consultas médicas em dia, pois ajuda na identificação de possíveis doenças facilitadoras de acidentes, como osteoporose e sarcopenia – quadro de perda de massa muscular durante o envelhecimento. Também evita e previne o problema praticar exercícios físicos. Além de fortalecer a musculatura, também tornam o corpo mais resistente a impactos.

A paciente Luisa Prado, 93, caiu duas vezes. Na primeira vez, a bengala escorregou na calçada e a desequilibrou. Já na segunda, tropeçou no tapete de casa. As quedas causaram lesões na cabeça e na clavícula. “Minha visão ficou debilitada com o envelhecimento, o que contribuiu para eu esbarrar, tombar e fraturar diversos ossos. Porém, a prática de exercícios físicos ajudou na diminuição das dores, além de melhorar a minha locomoção”, comenta a aposentada.

Para o ortopedista e diretor técnico do HSPE, Dr. Marcelo Takano, é comum idoso cair, porém, não é normal. “A queda pode ser sinal de alerta na saúde do idoso. Por isso, deve ser investigada, pois fatores sutis como uma medicação na dosagem incorreta ou o grau do óculos incompatível com a necessidade podem ser os causadores de tombos graves”, explica.

Também podem contribuir para evitar quedas os seguintes cuidados: o uso de calçados adequados, evitar caminhos com irregularidades no chão, segurar no corrimão ao subir e descer escadas, manter o piso seco e retirar tapetes de lugares de trânsito.

Sobre o Iamspe
O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo (Iamspe) é o sistema de saúde do servidor público estadual. Com uma rede de assistência própria e credenciada presente em mais de 160 municípios, o Iamspe oferece atendimento a 1,3 milhão de pessoas, entre funcionários públicos estaduais e seus dependentes.

São mais de duas mil opções de atendimento no Estado, incluindo hospitais, clínicas de fisioterapia, médicos e laboratórios de análises clínicas e de imagem, além de postos de atendimentos próprios no interior, os Ceamas, e o Hospital do Servidor Público Estadual, na Capital. O Iamspe é um órgão do Governo do Estado de São Paulo, vinculado à Secretaria de Gestão e Governo Digital.

Conteúdo Relacionado