fbpx

Meia 92

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Pasta de dente: como escolher?

SAÚDE MEIA92

Sabor, cor e aroma estão sempre em destaque nas embalagens dos cremes dentais e são fatores determinantes na hora de decidir qual produto comprar. Porém, é preciso se atentar aos detalhes para escolher a pasta adequada para cada situação, que varia de acordo com a idade, os sintomas bucais e a presença de implantes ou aparelhos ortodônticos, por exemplo.

Além disso, a pasta de dente escolhida deverá sempre conter flúor, substância essencial para a prevenção da cárie, numa concentração mínima de 1100 ppm (partes por milhão), informação contida na embalagem, na parte dos ingredientes. Já a quantidade de pasta utilizada durante a escovação deve ser consciente e a deglutição (ato de engolir) não é recomendada. “Utilizando um creme dental com a concentração mínima recomendada de flúor e na quantidade correta, que pode ser medida comparando o tamanho da unha do dedo mindinho, podemos dizer que estamos usando o produto da maneira ideal para prevenir a cárie, sem o risco de efeitos colaterais”, explica o dentista e especialista em saúde coletiva da Neodent, João Piscinini.

Crianças também precisam de pasta com flúor?

É essencial a presença do componente nos cremes dentais usados em crianças a partir dos seis meses de idade, quando os primeiros dentes começam a nascer, pois é esta substância que trará aos dentes maior proteção contra a cárie. Somente haverá risco de fluorose, alteração no esmalte dental que apresenta manchas brancas ou acastanhadas, quando a escovação infantil acontecer sem a supervisão de um adulto e não seguindo as orientações de um profissional, e é por isso que se recomenda a visita ao dentista já nos primeiros meses de vida. “O segredo para evitar a doença está na quantidade de pasta utilizada: para crianças abaixo de dois anos, devemos usar a quantia parecida com a metade de um grão de arroz. Depois, podemos passar para o equivalente a um grão de arroz e, conforme a criança for crescendo e dominando o ato de cuspir, aumentar para um grão de ervilha. Manter o tubo de pasta de dente fora do alcance dos pequenos também é uma prática que recomendamos”, complementa o dentista João Piscinini.

Pastas de dente infantis que seguem a quantidade recomendada de flúor, que também é de no mínimo 1100 ppm, são benéficas por terem propriedades de proteção ao esmalte dentário e combate às cáries. Além disso, são ótimas opções para incentivar o cuidado com a saúde bucal de forma lúdica, por meio de personagens e brincadeiras sugeridas nas embalagens.

Sensibilidade nos dentes

Antes do uso de qualquer produto destinado ao tratamento da sensibilidade, é preciso consultar um dentista para entender qual a origem do sintoma e como tratá-lo de forma correta. O problema pode surgir por muita força na escovação, que pode desgastar ou até mesmo corroer o esmalte, por exemplo. Outras possíveis causas para a sensibilidade são os alimentos e bebidas ácidas, que podem provocar a erosão do esmalte dentário.

Após o diagnóstico, o dentista pode recomendar o uso de pastas específicas para sensibilidade e sugerir correções na escovação, que juntos poderão promover uma proteção adicional aos tecidos do dente e evitar o desgaste do esmalte e a retração da gengiva.

Aparelhos ortodônticos

O uso de aparelhos ortodônticos aumenta a necessidade de atenção durante a escovação dos dentes por, algumas vezes, existir uma dificuldade maior na limpeza. Uma opção que facilita é o uso de alinhadores transparentes, mais confortáveis e menos visíveis que os convencionais. “Além da vantagem estética, os alinhadores transparentes não dificultam a mastigação e a limpeza”, ressalta a cirurgiã-dentista e especialista da ClearCorrect, Caroline Aranalde.

Implantes e lentes de contato

Em relação aos implantes, é preciso manter a atenção às gengivas. “Em um paciente recém-operado, o ideal são as pastas de rápida cicatrização. Porém, o mais importante é manter uma boa higiene para evitar o acúmulo de placa bacteriana e fortalecer as gengivas e os ossos”, exemplifica Piscinini.

Para pessoas com lentes de contato nos dentes, é indicado manter o cuidado com a limpeza correta dos dentes e alimentação sem corantes durante os primeiros meses após o tratamento também é importante, já que há riscos de manchas nas lentes.

Conteúdo Relacionado