fbpx

Meia 92

sábado, 2 de março de 2024

Fórmula E chega a São Paulo e impulsiona discussão sobre energia limpa no Brasil

divulgação

Depois de uma longa espera de nove anos, a Fórmula E finalmente estreará no Brasil no próximo sábado (25.03), com a realização do ePrix de São Paulo – a sexta prova da temporada 2023. Além de ser a primeira vez do Campeonato Mundial de Carros Elétricos em território nacional, é também o retorno da competição à América do Sul desde o ePrix de Santiago no início de 2020. A competição visa promover a mobilidade sustentável, incentivando o desenvolvimento de tecnologias limpas e a redução das emissões de gases poluentes.

A Fórmula E é a principal categoria de automobilismo elétrico do mundo, criada em 2014. Este é o primeiro esporte global a receber certificação de carbono zero desde a sua concepção. Ao trazer a Fórmula E para o Brasil, o país se posiciona como um protagonista no cenário mundial da mobilidade elétrica e da sustentabilidade.

Embora a H2B Energy não seja uma apoiadora oficial do evento, a empresa tem uma forte conexão com a temática, já que trabalha com energia limpa e hidrogênio verde. A empresa brasileira, com capital e tecnologia nacionais, tem se destacado no mercado, especialmente no mercado de hidrogênio verde (H2V). Fundada em 2021, a H2B pretende ser uma das maiores exportadoras de energia verde do Brasil.

O H2V é uma alternativa promissora para a transição energética e para a descarbonização do setor de transportes. Ele pode ser utilizado em células a combustível, que convertem a energia química do hidrogênio em eletricidade, gerando apenas água como subproduto. Essa tecnologia tem o potencial de revolucionar a indústria automobilística, contribuindo para a redução das emissões de gases de efeito estufa e para a mitigação das mudanças climáticas.

A chegada da Fórmula E ao Brasil cria um ambiente propício para o desenvolvimento e a adoção de tecnologias limpas. O evento atrai a atenção da sociedade para a importância da mobilidade elétrica e da transição energética, incentivando a busca por soluções sustentáveis e inovadoras no setor automotivo, representando um passo significativo na consolidação do país como um player relevante no cenário mundial de energia limpa. Sendo assim, empresas como a H2B Energy, que investe na produção de hidrogênio verde e na promoção de tecnologias mais sustentáveis, ganham visibilidade.

Além do impacto ambiental positivo, a realização da Fórmula E em São Paulo trará benefícios econômicos. Espera-se que o evento atraia turistas e fãs do automobilismo, gerando empregos temporários e movimentando a economia local. O setor hoteleiro, de gastronomia e entretenimento também deve se beneficiar com o aumento no fluxo de visitantes.

 

Conteúdo Relacionado