fbpx

Meia 92

sábado, 24 de fevereiro de 2024

Como escolher livros que sejam interessantes e adequados para cada faixa etária das crianças?

C1E4D9B4-EE3F-44DB-BAEC-54519A87FD22

No dia 02 de abril celebra-se uma data importante: o Dia Internacional do Livro Infantil. Vivendo numa geração em que as crianças estão cada vez mais expostas ao uso de telas, fomentar o gosto pela leitura tornou-se ainda mais importante e desafiador para pais e educadores, já que a tecnologia tem ocupado o tempo e a atenção dos pequenos. Mas isso muda o papel da leitura na infância? O psicopedagogo e especialista em desenvolvimento infantil, Junior Cadima, explica que não e reforça a importância de manter vivo o interesse pelos livros: “O estímulo à leitura em casa e na escola é fundamental para o desenvolvimento infantil, pois ajuda a criança a expandir seu vocabulário, a compreender melhor o mundo ao seu redor, a estimular a imaginação e a criatividade, a desenvolver habilidades de escrita e aprimorar a ortografia”.

 

 

 

A importância da leitura vai além do desenvolvimento da linguagem e da escrita: “A leitura também contribui para o desenvolvimento emocional e social da criança, permitindo-lhe identificar e entender diferentes emoções e situações. Além disso, a leitura ajuda a aumentar a capacidade de atenção das crianças, melhorando o seu aprendizado e o desenvolvimento cognitivo”, complementa o especialista.

 

 

 

Sabendo que a leitura é essencial para a educação das crianças, já que ela  contribui para a ampliação do conhecimento, para o desenvolvimento de habilidades de comunicação, para a compreensão de diferentes culturas e perspectivas, pais e educadores devem incentivar esse saudável hábito, pois ele também incentiva a empatia, o pensamento crítico e facilita, inclusive, o aprendizado de outras disciplinas escolares, como história, ciências e matemática.

 

 

 

Benefícios da leitura e gêneros literários mais indicados por faixa etária

 

O hábito da leitura traz benefícios diferentes de acordo com a idade das crianças. Diante disso, Junior Cadima explica quais são esses benefícios e quais estilos literários são mais indicados, de acordo com a fase da infância dos pequenos leitores:

 

 

 

0-2 anos: nessa idade, é importante que os livros sejam interativos e tenham imagens grandes e coloridas. Alguns exemplos incluem “Adivinha quanto eu te amo”, de Sam McBratney; “Bom Dia, Todas as Cores”, de Ruth Rocha; e “O Que Tem Dentro da Sua Fralda?”, de Guido Van Genechten. Esses livros ajudam a desenvolver habilidades de linguagem e ensinam sobre o mundo ao redor das crianças de maneira divertida.

 

 

3 a 5 anos: nessa faixa etária, as crianças estão reconhecendo o mundo letrado, por isso é importante que os livros tenham palavras simples e imagens atraentes. Alguns exemplos de livros são “A Arca de Noé”, de Vinícius de Moraes; “O Gato de Botas”, de Charles Perrault; e “O Sítio do Pica-pau Amarelo”, de Monteiro Lobato. Esses livros incentivam a imaginação, a criatividade e a capacidade de contar histórias, o que ajuda e muito no aumento de vocabulário.

 

 

6 a 8 anos: nessa idade, as crianças estão aprendendo e conquistando suas habilidades de leitura, portanto, os livros podem ser mais desafiadores. Alguns exemplos de livros são: “A árvore Generosa”, de Shel Silverstein e Fernando Sabino; “O monstro que adorava ler”, de  Lili Chartrand”; “Quem sou eu”, de Philip Bunting; “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry; e “A Ilha do Tesouro”, de Robert Louis Stevenson. Esses livros ajudam a expandir o vocabulário das crianças, aumentam sua compreensão da narrativa e desenvolvem sua capacidade de leitura.

 

 

9 a 11 anos: nessa faixa etária, as crianças geralmente estão mais interessadas em histórias emocionantes e aventuras. Alguns exemplos de livros são: “As Crônicas de Nárnia”, de C.S. Lewis; “Percy Jackson e o Ladrão de Raios”, de Rick Riordan; e “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, de Roald Dahl. Esses livros ajudam no desenvolvimento da imaginação das crianças, em sua capacidade de compreender o conteúdo escrito e, principalmente, em sua habilidade de análise crítica.

 

 

Acima de 12 anos: espera-se que nessa idade as crianças já possam ler uma variedade de gêneros literários, incluindo romances, ficção científica e fantasia. Alguns exemplos de livros são “O Senhor dos Anéis”, de J.R.R. Tolkien; “1984”, de George Orwell; e “O Apanhador no Campo de Centeio”, de J.D. Salinger. Esses livros ajudam a expandir a compreensão das crianças sobre a sociedade, as relações humanas, o raciocínio e o senso crítico.

Conteúdo Relacionado