fbpx

Meia 92

segunda-feira, 20 de maio de 2024

The Town 2023 segue os passos do irmão mais velho e realiza sonho de fãs

the-town-festival-sp

Seguindo a filosofia de sonhar e fazer acontecer, o novo festival The Town, dos mesmos criadores do Rock in Rio, surpreendeu duas jovens nas redes sociais na noite desta quinta-feira, 2 de fevereiro, logo após o anuncio do nome de Bruno Mars para encerrar a última noite do evento, no dia a 10 de setembro. As jovens Emanuelly Jacinto, 18 anos, e Tamires Abreu, 31 anos, que recentemente em uma rede social publicaram sobre terem, literalmente, sonhado que o cantor havaiano viria ao Brasil e tocaria no novo The Town, chamaram atenção da organização com a história, que decidiu transformar o que seria apenas um sonho em realidade.

The Town se inspira na metrópole de São Paulo e compartilha do mesmo propósito que o irmão, Rock in Rio, de ser um catalisador de sonhos e, agora, estas fãs já fazem planos acompanhar de perto o show exclusivo do seu ídolo no dia 10 de setembro, além de muitos outros que a Cidade da Música trará. The Town realizará a sua primeira edição nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A cada dia, 12 horas de experiências em mais de 350 mil m2.

No momento do anúncio, Manu, como é conhecida nas redes, comenta que estava acompanhando a rede social e, quando viu o perfil oficial de The Town replicando seu tweet (a postagem feita na rede social Twitter) e informando que o seu sonho estava se tornando realidade. “Mentira, estou passando mal. Ganhei ingresso para o show do Bruno Mars. Socorro”, vibrou a jovem capixaba.


Já a paulista Tamires, ficou sem reação “Meu Deus tô tremendo???”, disse ela sem entender exatamente se estava ou não entendendo o que estava acontecendo naquele momento.


Momentos como este são extremamente celebrados e vivenciados pessoalmente pelo presidente dos festivais, The Town e Rock in Rio, Roberto Medina, que relembra a equipe que: “A vida é feita de sonhos e os sonhos precisam ser realizados. Foi assim que o Rock in Rio nasceu há 38 anos a partir de um sonho meu. O início não foi nada fácil, mas valeu a pena sonhar, afinal estamos aqui com uma longa história que ganha um novo capítulo este ano com o The Town”, garante ele lembrando que o The Town chega também como um catalizador de sonhos assim como o Rock in Rio, inspirando outros sonhadores. Em todos estes anos, o festival ajudou na construção de um mundo melhor, não apenas por meio da música e do entretenimento, mas também de causas sociais e ambientais. O festival já foi palco de pedidos de casamento, de encontros com grandes ídolos da música e de momentos em que uniu gerações de famílias. Em 2014, realizou o sonho de uma jovem chamada Aline, tetraplégica, que escreveu uma carta contando que sonhava em conhecer o festival e o Grand Canyon. O desejo dela foi atendido e ela sobrevoou o desfiladeiro, além de ter tido seu lugar garantido no Rock in Rio USA em 2015.

“The Town chegou quente e realizando novos sonhos. Até setembro teremos muitas histórias para contar”, brinca Medina.

Vendas do The Town Card se iniciam 14 de março

O dia 14 de março de 2023 será diferente para o público que está aguardando ansiosamente pelo maior festival de música, cultura e arte que São Paulo já viu. Nesta data, a partir das 19 horas, começa a venda do The Town Card, que equivale a um ingresso de gramado, sem data, válido para um dia do evento.

Com o The Town Card, o fã já garante a sua presença no festival antes mesmo da confirmação de todas as bandas e atrações. A escolha do dia de evento a que o fã pretende ir deverá ser feita até 24 horas antes da venda oficial de ingressos. Após essa data, que ainda será divulgada, a escolha ficará condicionada à disponibilidade de ingressos.

O festival também vem com novidades na venda dos ingressos. Numa parceria inédita, os ingressos serão vendidos exclusivamente online através da Ticketmaster Brasil, e a organização convida os fãs a já se cadastrarem na nova plataforma para facilitar a compra do The Town Card no dia 14 de março.

O The Town Card custa R 770,00 a inteira e R 385,00 a meia-entrada e não há cobrança de taxa de conveniência. Por ter um estoque limitado, o limite de compra é de até 4 (quatro) ingressos por CPF, sendo no máximo uma meia-entrada. Os clientes que adquirirem meia-entrada terão que inserir no próprio site todas as informações referentes ao documento que comprove tal condição, para posterior validação, assim como será necessário apresentá-lo no acesso à Cidade da Música, no dia do evento. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou PIX. Para pagamento com cartão de crédito, o valor poderá ser parcelado em até 6 (seis) vezes sem juros. Já os clientes que efetuarem o pagamento com cartões de crédito Itaú, Credicard ou Iti poderão parcelar a compra em até 8 (oito) vezes sem juros.

Para pagamento com PIX, basta utilizar o QR Code apresentado na tela final do processo de compra e realizar o pagamento. O prazo para efetuar a compra será de 10 minutos após a geração do código QR. É importante lembrar que, por determinação do Banco Central, há um limite de valor para pagamentos realizados por PIX entre os horários de 20h e 06h.

Para quem quiser comprar, é preciso se planejar, já que durante o Rock in Rio milhares de pessoas manifestaram interesse e reservaram o direito de serem os primeiros a adquirir seus ingressos para The Town. O The Town Card é uma edição limitada e está sujeito à disponibilidade.

The Town já nasce gigante

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, The Town estreia na grande metrópole no dia 2 de setembro de 2023, e segue durante os dias 3, 7, 9 e 10, no Autódromo de Interlagos, em uma área de 350 mil m2, que será totalmente renovada. O novo festival já se posiciona como um evento de grande relevância, não apenas para a capital paulista, como também para todo o Brasil e já soma mais de 300 mil seguidores em suas redes sociais, lançadas há poucos meses.

O festival confirmou uma parceria inédita com o Grupo CCR, que garante que os trens que dão acesso ao Autódromo de Interlagos funcionem 24h nos dias de festival. “A experiência do público vai muito além do que ele vive dentro da Cidade do Rock e, agora, dentro da Cidade da Música. Nós nos preocupamos com essa experiência o tempo todo e isso inclui, entre muitos outros detalhes a serem cuidados, quando, no dia do festival, o fã sai de casa em direção à venue. Já endereçamos essa preocupação desde o começo, quando agendamos The Town para acontecer no final de semana ou feriado, de modo a impactar menos o trânsito da cidade. Anunciamos essa parceria inédita que vai permitir que os fãs possam chegar e sair do festival com maior tranquilidade, sabendo que poderão contar com o transporte público do trem durante 24h”, afirma Roberta Medina, vice-presidente Executiva do The Town e Rock in Rio.

A primeira edição do novo megaevento já ganhou duas músicas-tema, gravadas nas vozes de Iza e Criolo. A primeira, considerada o grande hino do evento, tem interpretação de Iza, com a participação do baterista da banda Sepultura, Eloy Casagrande, e de uma orquestra comandada pelo maestro Eduardo Souto Neto. Já a segunda, um trap em homenagem à arte e cultura da capital, foi gravada pelo rapper Criolo em uma colaboração inédita com Iza e o diretor artístico Zé Ricardo. Ambos os cantores estão confirmados no line-up do festival.

Com previsão para receber cerca de 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música, a Cidade da Música contará com cinco palcos, onde o público poderá imergir em novas e inesquecíveis experiências. Com cenografia inspirada em ícones da arquitetura paulistana e apresentando uma diversidade única de ritmo e união de tribos, The Town chega a São Paulo com apoio, força e empoderamento de gente grande. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, está previsto um impacto econômico de R$1.7 bilhão, o maior já visto na capital, além de gerar mais de 19 mil empregos diretos.

Uma Cidade que não dorme: The Town oferece entretenimento para todos   

Com Bruno Mars, Post Malone, Foo Fighters, Maroon 5, Racionais MC’s & Orquestra Sinfônica de Heliópolis, Ludmilla, Jão, Iza e Criolo já confirmados no line-up, a nova Cidade da Música contará com espaços onde o público poderá usufruir da representação de elementos e locais emblemáticos da cidade. O palco Skyline é inspirado nos grandes prédios da cidade paulista e é nele que artistas do mundo inteiro irão compor as quatro atrações do dia. O palco The One, será onde a música vai além da música. Com grandes artistas e uma cenografia de tirar o fôlego, inspirada nos museus de arte de São Paulo, os mais de 30 telões de LED que compõe o palco se transformarão em uma verdadeira experiência imersiva, prometendo um show à parte e entregando uma incrível experiência para o público. O palco também vai promover grandes encontros, dar luz a artistas de renome e provocar debates e reflexões.

Do Rio para São Paulo, o New Dance Order estará dedicado à música de pista, passando pelos gêneros house, techno, trance, bass e trap. Tão especial quanto os outros palcos, The Town também conta com a São Paulo Square, que virá inspirada na região em que a cidade de São Paulo foi fundada, em prédios históricos com arquiteturas icônicas de São Paulo.

O festival também traz também os antigos galpões das fábricas para o palco Factory. O espaço terá o mood da cultura urbana com performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap. Também não poderia faltar um espaço gastronômico que traz toda a diversidade da culinária paulista — o Market Square e, para completar a experiência, o festival abrigará também a Área VIP, espaço climatizado com buffet assinado por renomado chef e bar exclusivo.

Conteúdo Relacionado