fbpx

Meia 92

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Tecnologia inédita em mobilidade vai aumentar a segurança no Carnaval de Salvador

baixa

Três milhões de foliões estão previstos para pular nos circuitos oficiais da festa.

O Carnaval de Salvador contará, neste ano de 2023, com uma tecnologia de mobilidade inédita desenvolvida para aumentar a segurança e controlar o tráfego de veículos, nas zonas em que acontecem os circuitos Barra/Ondina e no trecho da orla atlântica entre a Boca do Rio e Patamares.

Cerca de 15 displays inteligentes serão posicionados nas ruas de acesso ao Carnaval e gerarão informações visuais para cada um dos motoristas que estiverem utilizando aquela rua indicando se eles têm ou não permissão para transitar, conforme a luz indicativa no painel. Quando um veículo credenciado passar pelo pórtico uma luz verde será acionada ao lado da palavra “ok”. Caso não esteja credenciado, acenderá uma luz vermelha com o letreiro mostrando “não ok” ao lado.

Paralelamente os instrumentos geram informações sobre a circulação dos veículos – e enviam em tempo real – para uma plataforma inteligente de dados que irão auxiliar os gestores municipais nas tomadas de decisões.

O sistema também é capaz de avaliar, aliado a outros equipamentos de mobilidade, as condições de tráfego, possibilitando estratégias para mitigar problemas no trânsito em horários específicos.

O diretor presidente da Velsis, empresa responsável pela fabricação da tecnologia para o Carnaval de Salvador, Guilherme Araújo, explica que o sistema inteligente visa gerar informações avançadas sobre o tráfego veicular urbano e disponibilizá-las aos diferentes usuários e gestores das vias urbanas em tempo real.

“Sistemas com solução 100% nacional possibilitam a implantação de uma maior quantidade de sensores, que coletam dados em tempo real. Isso resulta em uma maior integração de dados das vias, dos motoristas e dos veículos, com capacidade de gerar dados computacionais valiosos para a gestão da mobilidade e predição de riscos na realização de grandes eventos”, explica Guilherme Araújo, diretor presidente da Velsis.

Em Salvador, a solução emprega como referência uma lista previamente cadastrada de placas de veículos de moradores e prestadores de serviços autorizados a trafegar na região. O objetivo da tecnologia é garantir a segurança, apoiar os moradores locais e viabilizar a melhor experiência aos foliões.

Outras funcionalidades

Além das funcionalidades de controle de acesso à área do circuito do Carnaval, a solução entregue possui como diferencial um sistema de inteligência artificial, que possibilita o envio de um conjunto de dados maior e mais complexo com qualidade de informação.

O sistema permite o monitoramento de 250 carros por segundo e a identificação de mais de 30 características diferentes em cada passagem de veículo, entre elas a leitura da placa dos veículos, a situação do motorista, do veículo, do deslocamento e outras passíveis de serem consultadas em tempo real.

Controle em Salvador

Cerca de 33 mil automóveis deverão ser credenciados para acesso autorizado nas regiões dos circuitos do Carnaval de Salvador. Os testes com equipamentos – aliado à central de dados – começaram no dia 07 de fevereiro e entrarão em operação no dia 16 – data do início das festas. Serão cinco zonas, divididas em 12 regiões distintas.

“Este ano trouxemos uma tecnologia inovadora e desenvolvida com exclusividade para grandes eventos, com o objetivo de garantir um maior controle de acesso de veículos aos circuitos e a segurança dos moradores e foliões. Não conheço outro evento no mundo com esse tipo de tecnologia e nessas dimensões.” afirma Décio Martins, superintendente de Trânsito de Salvador.

Em 2020 o controle de acesso de veículos às zonas de restrição de circulação ocorreu por meio de tag eletrônico, uma espécie de chip. O acesso não autorizado à área sujeita o infrator às penalidades previstas no Código Penal Brasileiro (Estelionato, art. 171; Falsificação de Documento Público, art. 297; Falsidade Ideológica, art.299).

Em Salvador, a operação especial visa restringir a circulação e o estacionamento de veículos no entorno dos circuitos do Carnaval, ampliando a oferta de vagas nos estacionamentos remotos, visando proporcionar melhorias significativas na mobilidade, inclusive aumentando a velocidade média do transporte coletivo.

Considerada a maior festa de rua do mundo, o Carnaval de Salvador deve atrair mais de 850 mil turistas. Três milhões de foliões estão previstos para pular nos circuitos oficiais da festa.

Conteúdo Relacionado