fbpx

Meia 92

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Procon-SP constata alta de 0,13% na cesta básica mensal

R

 

Preço da cesta básica tem alta de 7,84% no mês de outubro | Notícias de ...

Pesquisa do Procon-SP em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revela alta de 0,13% no valor da cesta básica do paulistano. O preço médio que em 30 de dezembro era de R$ 1.247,04 passou para R$ 1.248,61 em 31 de janeiro.

O grupo Alimentação apresentou variação positiva de 0,60% e o de Limpeza, 0,10%; o grupo Higiene Pessoal apresentou variação negativa de 4,66%. A variação no ano é de 0,13% (base: dezembro/2022) e nos últimos doze meses foi de 13,51% (base: janeiro/22).

Os produtos que mais subiram neste mês foram:

  • batata (kg) 16,14%
  • salsicha avulsa (kg) 11,38%
  • arroz (5 kg) 6,28%
  • feijão carioquinha (kg) 5,25%
  • macarrão com ovos (500g) 4,84%

E as maiores quedas foram:

  • cebola (kg) -31,89%
  • papel higiênico fino branco (com 4 unidades) -13,34%
  • extrato de tomate (340/350g) -7,60%
  • frango resfriado inteiro (kg) -5,23%
  • limpador multiuso (500 ml) -3,29%

Dos 39 produtos pesquisados, na variação mensal, 21 apresentaram alta e 18 diminuíram de preço.

Variação anual

A pesquisa realizada regularmente pelo Procon-SP e Dieese aponta ainda que de janeiro do ano passado — quando o preço da cesta era de R$ 1.099,98 — para janeiro o desse ano o aumento foi de 13,51%. Os três itens alimentícios com maior variação positiva anual foram: cebola Kg (67,97%), batata (65,84%) e farinha de trigo (37,35%).

Conteúdo Relacionado