fbpx

Meia 92

sábado, 24 de fevereiro de 2024

Prefeito de Toronto renuncia após admitir caso com funcionária 37 anos mais jovem

O agora ex-prefeito de Toronto John Tory - Carlos Osorio - 5.jul.22-Reuters

O prefeito de Toronto, John Tory, renunciou abruptamente nesta sexta-feira (10), logo após o jornal Toronto Star noticiar que ele teve um relacionamento com uma servidora muito mais jovem.

Tory, 68, reconheceu o relacionamento em um comunicado anunciando sua saída, dizendo que havia terminado o enlace no início deste ano e que a funcionária havia deixado a prefeitura.

Tory não identificou a servidora. O jornal, citando fontes não identificadas, noticiou que a mulher era uma conselheira do prefeito e tinha 31 anos. “Sinto muito e peço desculpas sem reservas ao povo de Toronto e a todos que ficaram feridos por minhas ações”, disse ele. “Acima de tudo, peço desculpas à minha mulher, Barb, e à minha família, a que decepcionei mais do que qualquer outra pessoa.”

Segundo o agora ex-prefeito, o relacionamento começou durante a pandemia de Covid-19 e terminou por consentimento mútuo no início deste ano. Tory disse que trabalharia com os servidores da cidade e a vice-prefeita, Jennifer McKelvie, para garantir uma transição ordenada para uma nova administração.

“Lamento profundamente ter que me afastar de um trabalho que amo em uma cidade que amo ainda mais. Acredito, no fundo, que é melhor me dedicar totalmente ao trabalho necessário de reparar essas relações mais importantes também”, disse ele, referindo-se à sua família.

Tory foi eleito em 2014, após derrotar Doug Ford, irmão do ex-prefeito Rob Ford, cujos escândalos com álcool e crack o levaram à notoriedade em 2013. Ele estava em seu terceiro mandato como prefeito.

Fonte: Folha de S. Paulo

Conteúdo Relacionado