fbpx

Meia 92

terça-feira, 25 de junho de 2024

Usar óleo de motor incorreto causa problemas sérios a moto

a-importancia-dos-oleosaditivos-e-lubrificantes-para-motos

Levantamento da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) indica que o mercado brasileiro de motocicletas está aquecido. Segundo o estudo, as vendas de motocicletas no Brasil somaram 1.229.987 unidades entre janeiro e novembro de 2022, alta de 17,71% em relação ao mesmo período de 2021. E para isso, é importante reforçar aos motoristas, o dever de olhar com cautela a manutenção do óleo do motor.

Para Fabio Araujo, Gerente de negócios para óleo de motor na América Latina na Lubrizol, fornecedora de tecnologia para lubrificantes para os mercados de transporte, indústria e consumo, “é vital os consumidores escolherem óleos lubrificantes adequados para motocicletas, ao invés de utilizarem óleos produzidos para motores de carros, algo muito comum. O uso do produto inadequado pode prejudicar o funcionamento da motocicleta a médio e longo prazo”.

O motor de um carro de passeio usa um líquido de arrefecimento para resfriar o motor e tem um cárter de óleo maior, quando comparado com o motor de uma motocicleta. Os motores de motocicleta são normalmente resfriados a ar e têm cárteres menores.

Fabio explica que “as motocicletas utilizam o mesmo óleo para lubrificar o motor, a embreagem e a caixa de câmbio, como um único e complexo sistema. Como o óleo do motor do carro de passeio não é desenvolvido com foco na lubrificação e proteção de engrenagens, apenas o motor, ele não contém a tecnologia adequada para proteger as engrenagens”.

Com isso, segundo ele, “quando usado em motocicletas, o óleo desenvolvido para carros não protege suficientemente a caixa de transmissão do veículo, o que pode gerar desgaste nas engrenagens e aumentar o barulho do motor. Além disso, um lubrificante de motores de carros de passageiros geralmente contém quantidades maiores de modificadores de fricção, que são aditivos usados ​​nos lubrificantes para diminuir a quantidade de atrito entre as duas superfícies lubrificadas, o que em uma motocicleta pode levar ao deslizamento da embreagem, resultando em sensação de direção ruim e perda de potência”.

Problemas nas engrenagens estão entre as principais razões dadas por motociclistas para levarem suas motocicletas para manutenção, todos os quais podem ser vinculados a lubrificação pobre ou imprópria.

Qual a importância de usar o óleo para o motor correto?

Segundo Marcus Vercelino, gerente de relacionamento com montadoras na Lubrizol, ainda há muitas pessoas que, por não saberem dos riscos de se usar o óleo lubrificante inadequado, reduzem a vida útil da moto, o que pode ser facilmente evitado com a utilização dos produtos recomendados.

O conjunto de engrenagens giram em alta velocidade e em contato constante, criando condições de alta pressão e temperaturas, desta forma o óleo precisa não apenas proteger contra o desgaste das peças que estão em constante atrito, mas também resfriá-las.

Ainda de acordo com ele, os óleos específicos para motocicletas protegem as engrenagens do veículo, sob as condições de operações mais severas, aumentando a durabilidade e reduzindo despesas com manutenção e paradas não programadas. Ao mesmo tempo, evitam o deslizamento da embreagem e mantém a economia do combustível. “Vale ressaltar, porém, que para garantir o uso correto, é indicado também sempre seguir as orientações da fabricante do veículo e acompanhar os índices de consumo e eficiência regularmente”, completa.

Lubrificantes para motos são desenvolvidos com tecnologia para otimizar a eficiência, a durabilidade do motor, da engrenagem e do catalisador. E o mercado continua a se mover em direção a lubrificantes de menor viscosidade e com baixo consumo de combustível. “Nosso conselho é que, com tantos avanços tecnológicos e uma engenharia tão precisa, motociclistas parem de usar óleos de carro de passeio”, finaliza.

Conteúdo Relacionado