fbpx

Meia 92

terça-feira, 25 de junho de 2024

Temporada de chuvas: saiba como avaliar o status dos pneus para viajar

20180711130744_d7e1eccddeca1195cb40788cbb815af5a670742237dc0da6e4b829463cb75301

Se uma viagem segura começa pelo planejamento, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) tem alertado que o início de 2023 reserva um grande volume de chuvas para motoristas em todo o país. Por esta razão período, dirigir pelas estradas requer ainda mais atenção, assim como a verificação do estado dos pneus também que, quando desgastados, aumentam o risco de aquaplanagem sob temporal.

Além do estado, o motorista também deve observar que todos os pneus vendidos, novos ou reformados, possuam obrigatoriamente o Selo de Conformidade do Inmetro, Selo de Conformidade do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), que traz a garantia de que passaram por ensaios laboratoriais — como verificação da marcação, dimensional, ensaio de velocidade sob carga, entre outros — atestando que todos os requisitos de segurança e desempenho foram atendidos.

Chuva deixa São Paulo em estado de atenção para alagamentos - Notícias ...Outro ponto importante é a verificação do prazo de validade dos pneus, normalmente estabelecido em cinco anos pelos fabricantes. Na lateral do pneu, é possível encontrar quando o pneu foi fabricado, sendo que os dois primeiros algoritmos são referentes a semana e os demais ao ano da fabricação.

“Mesmo que o veículo não seja muito utilizado, é preciso obedecer ao prazo de validade, porque a borracha pode ressecar trazendo maior risco de estouro do pneu. Também é importante se atentar às condições. Se o pneu estiver gasto, com bolhas ou ressecado é hora de trocá-lo”, explicou Marcos Torres Scomparin, representante da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac). “O mesmo cuidado deve ser direcionado ao estepe também”, completou.

A verificação do balanceamento dos pneus também deve ser realizada, segundo Scomparin, já que é necessária a distribuição igualitária do peso por todos os pneus. “Assim, evita-se desgastes prematuros e aumenta a vida útil do pneu”, conclui.

Conteúdo Relacionado