fbpx

Meia 92

terça-feira, 25 de junho de 2024

TAMPINHA LEGAL é a Economia Circular na prática

Divulgação -Instituto SustenPlást

O plástico faz parte do dia-a-dia. Está presente desde as embalagens de alimentos até peças de carro, podendo ser utilizado em vários segmentos como, saúde, agricultura, construção civil, lazer, esporte e comunicação. O programa Tampinha Legal foi lançado com o intuito de aumentar os níveis de esclarecimento quanto aos materiais plásticos e seu destino adequado. Em seis anos de atuação, já proporcionou que mais de R$ 2,5 milhões de reais fossem destinados para  313 entidades assistenciais participantes. Estes recursos financeiros contribuem para a aquisição de medicamentos, equipamentos e alimentos, custeio de tratamentos de saúde, educação, entre outros.

A gerente do Instituto SustenPlást, Simara Souza, lembra que o contrário de economia é desperdício. “Assim como aprendemos a fechar a torneira e apagar a luz, precisamos aprender a retornar para a indústria todos os nossos resíduos recicláveis, inclusive o plástico. Vemos que com a menor parte de uma embalagem, a tampa, conquistamos valores e volumes extraordinários, resultado do trabalho de verdadeiros exércitos de mãos voluntárias que compreendem que sustentabilidade é atitude.”

O Tampinha Legal, maior programa socioambiental de caráter educativo em economia circular de iniciativa da indústria de transformação do plástico da América Latina, já arrecadou mais de mil toneladas de tampas plásticas. “São mais de 500 milhões de unidades de tampas plásticas que retornaram para a indústria caracterizando o conhecido modelo de economia circular.”, destacou Simara.

Atualmente o programa possui 3.148 pontos de coleta distribuídos pelos estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Bahia, Goiás e no Distrito Federal.

Conteúdo Relacionado