fbpx

Meia 92

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Como escolher o banco digital ideal para sua pequena ou média empresa

close-up-on-education-and-economy-objects

Queridinhos dos brasileiros, os bancos digitais têm se destacado no mercado nacional por soluções inovadoras e economicamente mais viáveis em comparação aos bancos tradicionais. De acordo com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups) existem mais de 1100 startups de finanças no país e o mercado segue expandindo.

Em meio a tantas opções, algumas pessoas ficam na dúvida em como escolher o banco ideal para suas necessidades. Para pequenas empresas, por exemplo, existem fintechs ideais para auxiliar no desenvolvimento do negócio. Paulo Castro, CEO e cofundador do Contbank, fintech especializada em produtos para PMEs, comenta que escolher a instituição financeira da sua empresa é uma decisão séria e que há alguns quesitos para serem levados em consideração antes de bater o martelo.

Por isso, o executivo separou 3 passos que você deve tomar antes de contratar um serviço financeiro:

Passo 1 -Liste os serviços que você espera que seu banco digital tenha: Antes de digitar no Google ‘onde abrir conta PJ’ saiba o que você espera da sua conta digital. É importante ter clareza no que você busca para encontrar as opções que melhor se encaixam nas suas exigências. Apesar de quase todas as fintechs oferecerem contas gratuitas e cartões de crédito sem anuidade, algumas oferecem condições especiais quanto ao limite do cartão e atendimento personalizado. Uma lista escrita e objetiva pode ser bastante útil neste momento.

Passo 2 – Procure entre as opções disponíveis no mercado as que mais se encaixam nas suas necessidades: depois de feita a lista de serviços desejáveis, é necessário ver quais fintechs podem de fato ser úteis para você. Pequenas e médias empresas costumam ter uma necessidade maior de crédito, por isso é importante levar em consideração as fintechs que oferecem este serviço e a quais condições.

Passo 3 – Cheque a reputação do banco: quando você decidir a melhor instituição financeira, procure saber se ela está regulada no Banco Central (BC), se há reclamações em sites como o ReclameAqui e em redes sociais.

Conteúdo Relacionado