fbpx

Meia 92

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Operação Verão: principais rodovias paulistas receberão mais de 10 milhões de veículos

Busy crowded traffic jam on the road

O Governo de São Paulo inicia nesta segunda-feira (19) a Operação Verão nas principais rodovias paulistas para minimizar os impactos do aumento do fluxo de veículos, previsto com a chegada das férias escolares, verão e Natal e Réveillon. As 20 concessionárias paulistas que fazem a gestão da malha concedida e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) intensificam o monitoramento das pistas, operação e os serviços de atendimento aos usuários.

Nas principais rodovias concedidas que saem da capital, a previsão é de movimentação de 4,2 milhões de veículos no período do Natal e 4,5 milhões no Réveillon. Já nas estradas administradas pelo DER, são esperados 2,2 milhões de veículos nos dois feriados.

“A Operação Verão é fundamental para garantir a qualidade do tráfego nas estradas durante as festas de final de ano e temporada. E também para assegurar a circulação das pessoas com maior conforto e segurança”, afirma o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) irá monitorar a Operação Verão, que vai até 27 de fevereiro de 2023, em toda a malha concedida a partir do Centro de Controle de Informações (CCI) por meio de mais de 1.864 câmeras implantadas nos 11,1 mil quilômetros de rodovias, além de 8.468 telefones de emergência (call boxes), 636 sensores de tráfego, 40 estações meteorológicas, 424 painéis eletrônicos de mensagens.

Nas rodovias concedidas, os Centros de Controle de Operações (CCO) também vão acompanhar o tráfego nas rodovias, com apoio da Polícia Militar Rodoviária, por meio de equipamentos operacionais como câmeras de monitoramento, painéis de mensagens, veículos de inspeção de tráfego e também com equipes que fazem o atendimento operacional nas pistas e de manutenção dos equipamentos. Haverá aumento no número dos equipamentos, principalmente nas rodovias que saem da capital, que contarão com cerca de 40 ambulâncias, mais de 90 veículos de apoio operacional (inspeção de tráfego, irrigadeiras etc) e 70 guinchos (leves e pesados), com o objetivo de agilizar o atendimento aos usuários que possam ter problemas com seus veículos.

“As rodovias devem estar bem movimentadas durante o período de festas de final de ano. No entanto, as concessionárias de rodovias estão preparadas para o aumento da demanda, e irão oferecer todas as condições para viagens seguras e confortáveis e, se houver necessidade de uma assistência rápida, as equipes estarão de prontidão para oferecê-la”, afirma Milton Persoli, diretor-geral da ARTESP.

Operações especiais

Durante os feriados serão suspensas as obras que causam interferências no tráfego, assim como haverá restrições para circulação de veículos com cargas excepcionais.

Haverá reforço nas equipes de colaboradores das praças de pedágio para agilizar o atendimento. Além disso, sempre que necessário, será implantada a operação papa-fila para intensificar o atendimento e evitar ou reduzir a formação de filas.

No Sistema Anchieta-Imigrantes (SP 150 e SP 160) serão implantados esquemas especiais para distribuir melhor o fluxo de veículos nos feriados. Para o feriado do Natal, por exemplo, será implantado o esquema 7×3 para descida sentido litoral. Para subida será feita a operação 2×8.

Antes de pegar estrada, é importante que o motorista tenha em mãos os telefones de contato das concessionárias das rodovias que irão utilizar, assim pode entrar em contato tanto para solicitar atendimento quanto para obter informações. No site da ARTESP é possível consultar os contatos das concessionárias.

Expectativa de movimentação

O maior movimento de saída para o Natal deve ocorrer entre a 0h de quinta-feira (22/12) e 0h de segunda-feira (26/12). Na saída para o Ano Novo, a previsão de maior movimentação é das 16h às 19h de sexta-feira (30/12) e das 9h às 11h do sábado (31/12).

No Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), a expectativa para o período do Natal é de que 460 mil veículos utilizem as rodovias do sistema em direção à Baixada Santista. A partir de 26/12, das 8h às 19h59, há previsão de ser implantada a Operação Descida (7X3), que é revertida para 5×5, das 21h às 23h59. Durante a Operação Descida, os usuários poderão utilizar para descida as pistas Sul e Norte da via Anchieta (SP 150) e pelas três faixas da pista Sul da Imigrantes.

Para o feriado do Ano Novo, a previsão é de que quase 738 mil veículos sigam sentido litoral paulista. O trânsito deve começar a se intensificar já a partir das 7h do dia 27/12 quando há previsão de ser implantada a Operação Descida 7×3, que será mantida durante todos os dias nos principais horários de pico até o dia 31/12.

No retorno à Capital, o movimento deve se intensificar no dia 1/1, a partir das 9h durante o dia todo, quando está prevista a implantação da Operação Subida (2X8). Nesse caso, as pistas Sul e Norte da Imigrantes e a pista Norte da Via Anchieta estarão disponíveis para a subida da Serra e a pista Sul da Rodovia Anchieta para descida.

Na Rodovia dos Tamoios (SP 099), no Natal cerca de 126 mil veículos deverão trafegar pela via entre os dias 23 e 26 de dezembro rumo ao Litoral Norte. A previsão é de operação normal (2×2), com duas pistas para descer e duas pistas (novas) para subir a serra. Já para o feriado do Ano Novo é esperado o tráfego de 179 mil veículos nesta rodovia. Os horários de maior pico devem ser entre às 7h e 10h (23) e das 17h à 21h (25). Devido ao aumento da demanda de tráfego para a Operação Verão, especialmente entre Natal e Ano Novo, haverá a suspensão das obras e serviços no período de 16 a 28 entre os kms 11 e 83+400, e de 30 a 2/12/2023 nos mesmos trechos.

No Corredor Ayrton Senna-Carvalho Pinto (SP 070), a previsão para o feriado do Natal é de que mais de 1,37 milhão de veículos passem pelas quatro praças de pedágio das rodovias nos dois sentidos. Os horários de maior pico são esperados para os dias 23/12, das 7h às 19h e 26/12, das 7h às 18h ( sentido interior).

No Ano Novo a expectativa é de que mais de 1,66 milhão de veículos passem pelo corredor. Os horários de pico devem ser registrados nos dias 27/12, das 7h às 13h, 28/12, das 7h às 12h, 29/12, das 7h às 18h e dia 2/01/23, das 10h às 21h (sentido São Paulo).

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, no Natal a previsão é de que 740 mil veículos circulem por estas rodovias, entre a saída e chegada à Capital, entre a 0h de quinta-feira (22/12) e 0h de domingo (25/12). Horários de maior fluxo: sentido Interior, das 17h às 18h de quinta-feira (22/12), das 15h às 20h de sexta-feira (23/12) e das 8h às 11h do sábado (24/12). No retorno, no sentido Capital, das 16h às 20h de domingo (25/12).

No feriado de Ano Novo, o fluxo deve ser de 601 mil veículos entre saída e chegada à Capital, entre a 0h de quinta-feira (29/12) e 0h de segunda-feira (02/01). Horários de tráfego mais intenso: no sentido Interior, das 16h às 19h de sexta-feira (30/12) e das 9h às 11h do sábado (31/12). No retorno, no sentido Capital, das 15h às 23h de domingo (01/01).

Neste feriado também estará em vigor a Operação Caminhão nos domingos (25/12 e 01/01). Neste caso, esse tipo de veículo que se destina à Capital pela Rodovia dos Bandeirantes (SP 348) deverá utilizar a Via Anhanguera (SP 330) no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela saída 48 da Bandeirantes. O desvio tem como objetivo melhorar a distribuição do tráfego.

Pelo Sistema Castello-Raposo, administrado pela CCR ViaOeste, e trecho Oeste do Rodoanel são esperados mais de 1,5 milhão de veículos durante o Natal. A CCR ViaOeste estima movimento de aproximadamente 584 mil veículos em suas rodovias. Já a CCR RodoAnel prevê que cerca de 995 mil veículos circulem no trecho Oeste do Rodoanel. Horários de maior tráfego: dia 22/12, no sentido interior, das 17h às 18h e na sexta, (23/12), das 15h às 20h; sábado (24), das 8h às 11h. No retorno, no domingo (25), é esperado tráfego mais intenso, no sentido capital, das 16h às 20h.

No Trecho Oeste do Rodoanel: movimento intenso na quinta-feira (22/11), das 17h às 18h, na sexta (23) das 15h às 20h e no sábado (24), das 8h às 11h. No domingo (25/12), a

Ano Novo: São esperados mais de 1,3 milhão de veículos nas rodovias do Sistema Castello-Raposo e trecho Oeste do Rodoanel neste feriado. A CCR ViaOeste estima movimento de 530 mil veículos em suas rodovias e a CCR RodoAnel de 793 mil. Para viajar com mais tranquilidade, as concessionárias orientam os motoristas a evitarem os horários de fluxo mais intenso que devem ser: sexta-feira, (30/12), das 16h às 19h; sábado (31), das 9h às 11h. No retorno, (01/01), a maior concentração de veículos é esperada entre as 15h e 23h. No trecho Oeste do Rodoanel, na sexta (30), o movimento será intenso das 16h às 19h e no sábado (31), das 9h às 11h. No domingo (01/01) a expectativa é de tráfego normal.

Pelos trechos Sul e Leste do Rodoanel Mario Covas devem circular no Natal 527 mil veículos, entre os dias 23 e 26/12. No Ano Novo, a expectativa é de mais de 537 mil do dia 30/12 ao dia 02/01. Os horários de maior pico no Natal devem ser: sexta-feira (23/12) entre 7h e 10h e 16h e 19h; sábado (24/12) entre 10h e 12h e 16h e 21h; domingo (25/12) entre 7h e 10h e 16h e 21h. No Ano Novo: sexta-feira (30/12) entre 7h e 10h e 16h e 19h; sábado (31/12) entre 10h e 12h e 16h e 21h; domingo (01/12) entre 7h e 10h e 16h e 21h. No retorno, dia (02/01), entre 7h e 10h e 16h e 19h.

DER amplia ações de segurança

A estimativa do DER é que mais de 500 mil veículos circulem por suas rodovias nos finais de semana do período de férias escolares. Serão ampliadas as ações de segurança nas estradas da região litorânea do estado, com o reforço das atividades operacionais e de fiscalização, além da ampliação dos serviços de atendimento aos usuários.

O DER também irá incrementar o monitoramento das rodovias mais movimentadas, além de tomar medidas que visem minimizar os impactos causados pelo aumento sazonal do fluxo de veículos. A operação contará com drones, 54 câmeras de circuito fechado de TV e 10 câmeras panorâmicas (conhecidas pela sigla PTZ), para as fiscalizações que abastecem os centros operacionais do DER, que funcionam 24 horas por dia, além de 98 contadores veiculares.

Haverá ainda reforço de equipamentos e recursos com apoio de viaturas e veículos em pontos estratégicos, além de caminhonetes de inspeção, guinchos leves e pesados, entre outros itens. As ações de comunicação também serão intensificadas nos painéis de mensagens variáveis (PMVs) espalhados pelas estradas, responsáveis por transmitir informações e alertas aos motoristas.

Conteúdo Relacionado