fbpx

Meia 92

terça-feira, 25 de junho de 2024

O reconhecimento do ídolo

Crédito BBC

O futebol não tem lógica, por mais que ela se manifeste na maioria das partidas. Mas se tem algo sem lógica no futebol, é a torcida.
O Messi, por 6 vezes melhor jogador do mundo, passou a vida tentando provar para os torcedores do seu país, que era patriota, que ama jogar pela sua seleção.
E justamente quando sua carreira chega na reta final, sua última participação em Copa, a reação da seleção passa justamente por ele.
Depois de uma derrota surpreendente no primeiro jogo, foi ele quem reuniu os cacos, colocou a bola embaixo dos braços e levou a equipe à final? Sim, foi ele.

Messi, até nós brasileiros, eternos rivais, acabamos torcendo por ele. Afinal, ele não é argentino, ele pertence à Nação Futebol. Aquela que torce pelo futebol arte. Futebol garra, futebol coletivo em busca do gol.
Hoje para nós da nação bola, Messi ser argentino é apenas um detalhe.

Conteúdo Relacionado