fbpx

Meia 92

sábado, 2 de março de 2024

Consumo de bebidas dietéticas cresceu quase 16% em setembro no Brasil

Dietéticos

Nem tudo na pandemia foi ruim. Pelo menos é o que parece. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres – ABIAD, houve aumento no consumo aparente (produção local
mais importações, menos exportações) de bebidas dietéticas em 15,6% em setembro de 2022, quando comparado ao mesmo período de 2021.

A elevação é atribuída aos bons hábitos adquiridos durante a pandemia, período em que a população passou a ter maior preocupação com saúde e bem-estar. A alta acumulada no ano é de 15,7%, conforme dados da Pesquisa
Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) do IBGE.

Houve ainda crescimento de 41,5% nos concentrados de proteínas e variação positiva de 16% nas vitaminas no mesmo período. Esses números contribuíram para uma elevação de 8,9% no consumo aparente de alimentos para fins especiais, com 2,7% no acumulado de janeiro até setembro.

Conteúdo Relacionado